quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A Carta

A Carta

Ligo o rádio, ouço uma bela melodia.
Abro a carta com muito cuidado
Leio as primeiras linhas...

Ao ritmo da bela canção
Saboreio as notícias que vem de longe
Notícias do meu bem querer...

Quanta comunicação numa carta feita
Com tamanha dedicação...
Palavras que dão vida ao meu coração.

Frases completas, repletas de emoção
Matamos as saudades então.

Ele o remetente; anjo Apaixonado
Eu o destinatário; Flor enamorada.
A carta simplesmente, o doce cupido.

Autora: Maria Teresa Oliveira Melo Cambronio

Um comentário: